domingo, 26 de fevereiro de 2012

Definição

Hoje em dia em quase tudo você tem que falar sobre você:
E como se definir se não temos certeza de quem somos...
Só me defino no abstrato, não sei se saberia dizer exatamente como sou.

Quando estou me achando a melhor das criaturas, vem alguém e me acorda:
Tipo: Aquilo que eu fiz ou falei não foi legal.
Então acabo me descobrindo "insensível".

Quando acho que estou  sendo gentil,
Alguém me diz: Não preciso dos seus presentes....
Então me vejo uma pessoa pior,
Porque sinto que inconscientemente esteja tentando realmente,
Comprar esta amizade.

Só que não é assim....eu realmente gosto de dar presentes.
E gosto realmente de falar o que penso,
E tento fazer o que é certo.

Sou uma pessoa comum querendo acertar....
Sou um ser imperfeito, como todos que me cercam.
Ninguém é perfeito.
Também não quero ser.

Definindo-me então: sou sensível, insensível,
Sonhadora, realista,
Humanitária, egocêntrica,
Feliz, Triste,
Perfeita, imperfeita.....

E cada um fique com a parte que gostar mais, pronto..

A vida é uma viagem.....

E como acrescentava Leminski, "pena que eu esteja só de passagem".
E cada passo que damos é uma viagem,
Longe ou perto. Das coisas ou de nós mesmos.

Nossos pensamentos são viagens ao passado ou a um futuro desejado.
Somos viajantes do tempo e do espaço.
Mochileiros, andarilhos, passageiros de uma vida que desconhecemos,
Onde se começa, onde se acaba....

Porque a partir do momento em que tomamos consciência que temos que achar nosso lugar....
Deparamos com dúvidas e anseios, porque nunca temos certeza,
Se vai valer a pena a caminhada, se o caminho será o certo, é tudo incertezas.

Mas andamos assim mesmo, no caminho da indecisão.
Porque no fim o que importará é o tanto de caminho percorrido....
Para chegar onde estaremos, e se tudo valeu a pena.
E valerá, pois esta é a roda da vida. 
Caminhar, mesmo que tropecemos,
Pois no fim, só levaremos em nós mesmos toda a paisagem e conhecimentos.
Que vimos em cada passo...em cada estação.....