segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

E lá se vai.......


Todo ano, mesma época, no quase trocar a folhinha do calendário vem o coro: mesmas boas intenções, mesmos objetivos, desejando tudo de bom para todo mundo. E o ciclo se repete. E cada vez mais os anos passam tão velozmente que logo teremos a impressão de ter ouvido o mesmo coro, no dia anterior. É tudo tão óbvio, seria mais coerente se todos ignorassem a data e fingissem que que fosse tudo muito natural. Mas as pessoas não vão perder a oportunidade de desfilar seus discursos prontos, copiados e colados.

A vida começa todo dia, quando você acorda. Neste dia é que é preciso tomar as decisões, fazer as suas boas intenções, desejar o bem.  Pode ser que você só tenha mais este dia de vida. Mas ano? Tantas coisas acontecem, para o bem ou não, e sua vida muda, mas não por causa do ano, mas sim por um único e solitário dia. Por isto ignoro todas as falações e levo minha vidinha normal, seja qual dia for.

Pois cada um deles vai ser especial, e com muitas responsabilidades e esperanças de que tudo vai dar certo, e que as pessoas sejam felizes, haja paz na terra e  harmonia  no universo. Hoje!