quinta-feira, 17 de março de 2011

Sonho Real

Quando sonhamos, e de repente se realiza nos assustamos,
Não aquele sonho de sonhar, devaneios, mas sonho durante o sono.
Parece que é aviso, alarme ou nosso subconsciente materializando um desejo nosso
Dirão: sonhos são sonhos , não se explica
Mas, e quando você nem imagina ser possível e de repente...
Seu sonho que você sonhou um dia é realidade e você está feliz
Muito feliz porque era um sonho bom que se materializou
Virou realidade, você que tinha até medo de imaginar
que sonhando fosse um sinal contrário
Porque geralmente sonhamos sempre com o que queremos, e estes sonhos
Ficam guardados no mundo dos sonhos.
Lá onde onde a realidade nunca alcança
Lá onde vemos pessoas reais e irreais
E nunca os sabemos explicar
Mas, este sonho que se materializa, será um eterno mistério
Que você nem ousa querer decifrar
Apenas viver este sonho real. 



quarta-feira, 16 de março de 2011

Para Refletir...

Creio que, para enfrentar o desafio do próximo século, todos os homens terão de desenvolver uma noção mais ampla de responsabilidade universal. 
Cada um de nós precisa aprender a trabalhar não apenas para si próprio, para sua família ou para sua nação, mas para o benefício de toda a humanidade.

Já se foi o tempo que podíamos pensar em termos de "minha nação" ou  "meu país". 
A responsabilidade universal é a verdadeira resposta para a questão da sobrevivência humana.
Grandes movimentos de cunho humanístico costumam nascer de iniciativas individuais. Portanto, é o trabalho do indíviduo para o bem-estar comum que faz a diferença.
                                              Dalai Lama

domingo, 13 de março de 2011

Olha ela de novo!

De repente, ela se mostra.
Tudo fica pequeno e vulnerável ante a sua força.
Coisas são apenas coisas,
e gente é apenas gente.
Mas a natureza é tudo.
Quem sabe devolvendo parte da destruição,
que a ela fizemos na nossa ingenuidade e ambição
Quem sabe para mostrar que ante ela não somos nada
apenas mero expectadores de sua existência.
Quem a pode entender?
Quem a pode decifrar?
Somos impotentes diante de seu poder
Poder que nunca saberemos até onde vai chegar
Que pode em minutos, com tudo acabar...

Sonhos


Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
mas há também quem garanta que nem todas,
só as de verão.

No fundo isso não tem importância.
O que interessa mesmo,
não são as noites em si,
são os sonhos.

Sonhos que o homem sonha sempre.
Em todos os lugares,
em todas as épocas do ano,
dormindo ou acordado.
        (Shakespeare)

Maçãs

"As melhores mulheres pertencem aos homens mais atrevidos. Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles tem medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim as maçãs do topo pensam que algo está errado com elas quando na verdade, eles estão errados...Elas tem que esperar um pouco mais para o homem certo chegar...Aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore.
Texto: Machado de Assis
Tela : "Macieira com frutas vermelhas"-Paul Ranson

terça-feira, 8 de março de 2011

No Dia da Mulher

Toda mulher é doida. Impossível não ser. A gente nasce com um dispositivo interno que nos informa desde cedo que, sem amor, a vida não vale a pena ser vivida, e dá-lhe usar o nosso poder de sedução para encontrar the big one, aquele que será inteligente, másculo, se importará com nossos sentimentos e não nos deixará na mão jamais. Uma tarefa que dá prá ocupar uma vida, não é mesmo? Mas além disso, temos que ser independentes, bonitas, ter filhos e fingir de vez em quando que somos santas, ajuizadas, responsáveis, e que nunca, mas nunca, pensaremos em jogar tudo pro alto e embarcar num navio pirata comandado pelo Johnny Depp, ou então virar loura e cafetina, ou sei lá, diga aí uma fantasia secreta, sua imaginação deve ser melhor que a minha.
Eu só conheço mulher louca. Pense em qualquer uma que você conhece e me diga se ela não tem ao menos três dessas qualificações: exagerada, dramática, verborrágica, maníaca, fantasiosa, apaixonada, delirante. Pois então. Também é louca. E fascina a todos.


Nossa insanidade tem nome: chama-se Vontade de Viver até a Última Gota.
Só as cansadas é que se recusam a levantar da cadeira para ver quem está chamando lá fora. E santa, fica combinado, não existe. Uma mulher que só reze, que tenha desistido dos prazeres da inquietude, que não deseje mais nada? Você vai concordar comigo: só se for louca de pedra.

Martha Medeiros

sexta-feira, 4 de março de 2011

O Som do Silêncio - Simon e Garfunkel

Olá escuridão, minha velha amiga
Eu vim para conversar contigo novamente
Por causa de uma visão que se aproxima suavemente
Deixou suas sementes enquanto eu estava dormindo
E a visão que foi plantada em meu cérebro
Ainda permanece
Entre o som do silêncio

Em sonhos agitados eu caminho só
Em ruas estreitas de paralelepípedos
Sob a auréola de uma lamparina de rua
Virei meu colarinho para proteger do frio e umidade
Quando meus olhos foram apunhalados pelo lampejo de uma luz de néon
Que rachou a noite
E tocou o som do silêncio

E na luz nua eu vi
Dez mil pessoas talvez mais
Pessoas conversando sem falar
Pessoas ouvindo sem escutar
Pessoas escrevendo canções que vozes jamais compartilharam
Ninguém ousou
Perturbar o som do silêncio

"Tolos," eu disse, "vocês não sabem"
O silêncio como um câncer que cresce
Ouçam minhas palavras que eu posso lhes ensinar
Tomem meus braços que eu posso lhes estender"
Mas minhas palavras
Como silenciosas gotas de chuva caíram
E ecoaram no poço do silêncio

E as pessoas curvaram-se e rezaram
Ao Deus de néon que elas criaram
E um sinal faiscou o seu aviso
Nas palavras que estavam se formando
E o sinal disse, "As palavras dos profetas estão escritas nas paredes do metrô
E corredores de habitações"
E sussurraram no som do silêncio