terça-feira, 25 de março de 2014

Sonhos

Acordou perturbada
Sonhos vívidos interromperam seu sono
Lembranças de um tempo e de pessoas
Que não existem mais.


Correrias e contratempos
Discussões, tudo que não fazem bem
Veio povoar seu sonho.


Ela preferiu despertar e aguardar
 Sem querer saber por que eles voltaram
Fantasmas do passado e situações inquietantes.
Ficou ali aguardando que eles encontrassem a saída
Do seu sonho, de sua lembrança
E não voltassem nunca mais.

Inspiração

A inspiração não veio
Varou a noite e não chegou
Só ficou o encanto e um poema escondido
Em lugar bonito de encontrar.