sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Fada Bailarina

A minha pequenina fada bailarina.
 Passou tão rápido no mundo dos mortais....
Aquele sorriso constante já se apagou..
Como a alegria de quem te conhecia e amava.

Por que não nos avisou que era apenas por um tempo?
Todos se achegariam mais perto para  usufruir da sua companhia.
E aproveitariámos ao máximo a delicadeza que emanava do seu ser.

Não pertencia a sua família e nem ao seu grupo de amigos escolar e de balet.
Sinto até certa inveja deles que a viam todos os dias.
Porque raramente quando a via, minha alma se alegrava..
Nem sabia por que.....

E agora que sei, não vou ficar triste por você ter voltado ao seu mundo.
Eu só quero que esteja feliz e em paz...

Por que sempre queremos acreditar que tudo não termina aqui?
Um consolo, ou uma crença que nos impomos para conseguir sobreviver?
Aos que de repente, partem antes de nós....
E nós deixam orfãos de suas presenças..

Vá em paz fada bailarina...
Acho que agora deve se sentir mais leve..
Aproveite e flua ....
Nos recantos mais lindos que possa existir.
E ali, pense em nós, porque também estaremos pensando em você!!!!!

Vinganças...

Você me destruiu, pisoteou o que já estava machucado
Por isso, eu estou aqui para lhe oferecer  flores e alegria...


Você me fez sentir pior do que já estava, sem alegria, desencantada de viver...
Por isso, desejo que esteja sempre bem, que nunca te falte luz e sorte na sua existência.


Sua atitudes colocaram-me triste e amargurada..embora saiba isto passe,
Porque te desejo a liberdade que todos almejamos, de sermos quem queremos
E que você voe livre altivo neste mundo que é todo seu.

E que em momento algum, meus pensamentos lhe desejem qualquer mal.
Que eu seja como criança, que não guarda raiva, e tem a alma generosa.
Espero que seja feliz, como um dia vou estar, com certeza.


E quando um dia lembrar de mim, por favor, não me deseje nenhum mal.
Porque o universo nos devolve tudo que desejamos aos outros.
E embora tenha me feito infeliz.....
Desejo a você só felicidade em seus caminhos...









sábado, 3 de novembro de 2012

Eternidade

Como flores que brotam, crescem e se mostram em todo seu esplendor
Pensei então na minha vida.
Somos bombardeados quando crianças por informações,
Vindas de todos os lados, mal temos tempo de filtrá-las, também nem saberiamos fazer isso.
E quando resolvemos ser nós mesmos, dificilmente somos compreendidos.
 
 
E resolvi que agora sou uma flor, uma fruta madura em seu melhor momento.
Chega de lamentações, nada vai alterar o que se já passou.
Estou disposta a resistir, porque há uma emergência. e não quero perder tempo.
 
Amores não deram certo...não faz mal.....
Pessoas queridas partiram de nossa vida..
Não tem importância..apenas foram antes.
 
Somente tentar fazer o melhor que puder,
Deixar uma marca bonita...
Algo para ser lembrado
Porque isso é eternidade!
 
 
Isso é vida  que valeu a pena.