domingo, 30 de janeiro de 2011

Eu não sou eu
Eu sou este ser
que caminha ao meu lado e que não vejo,
que às vezes chego a visitar
e outras vezes esqueço:
que mantém a calma
e o silêncio quando falo,
e amavelmente me perdoa quando sinto ódio;
que anda por lugares
que não conheço,
e que ficará de pé
quando eu morrer.

(Juan Ramón Jiménez)

É mais fácil
navegar milhares e milhares 
de milhas
enfrentando o frio, tempestades e canibais,
...............
do que explorar o mar privado,
dos oceanos Atlântico
e Pacífico
da sua própria solidão.
( Henry D. Thoreau: Walden)

Mar sou,
Baixo marulho alto rujo,
só me encontro
Quando de mim fujo.

(Fernando Pessoa)

sábado, 22 de janeiro de 2011

Eu te conheço...

Nesta semana ouvi de uma amiga: Eu te conheço, só de olhar para você!
Fiquei surpresa e feliz, porque acho que eu mesma não me conheço...
E talvez seja mais fácil para outros verem os meus sinais, meus sentimentos...Todos os seres humanos podem ter esta capacidade se quiserem, e não apenas nossos amigos.
Pois todas as pessoas mostram no fundo do olhar, seus mais íntimos desejos. E decifrá-los não é difícil, basta apenas estar atento, o que poucas pessoas procuram fazer.Nós vivemos num mundo, que nos interliga sobre todas as formas. E às vezes as decisões de outros nos afeta mais do que gostaríamos. Aí ficamos ressentidos porque não vimos antes e não falamos aquela palavra que eles precisavam ouvir. É, precisamos mais de transparências nas atitudes, porque no fim, quem pode nos ajudar somos nós mesmos, através das atitudes que tomamos em relação aos que nos rodeiam, e tentar olhar para nós mesmos e os sinais que passamos através de nossas atitudes também. E olhar para dentro de nós mesmos e não ter medo de nos expor, porque no fundo, não vivemos olhando sempre no espelho, não nos vemos , mas os outros sim. O tempo todo.
A vida pode ser tão simples e tão complicada..
Ou nós mesmos a fazemos assim....
Viver é como boiar entre águas límpidas e previsíveis
A natureza é nosso maior exemplo do  quanto a vida é simples
Esta liberdade que tanto insistimos em não ver, e que está
ao nosso alcance.
Esta  leveza que concretamos e esquecemos como era...
Este mundo mágico que insistimos em não ver tal como é
mas só como o fizemos, e ficamos perdidos procurando
o que nós mesmo escondemos. Ou  que esconderam de nós. Mas está lá, em algum lugar, um mundo exuberante na sua simplicidade,
esperando para ser descoberto . É só abrirmos os olhos e ver .

Nesta procura....

Preciso de companhia para desvendar os mistérios deste mundo encantador...
Preciso de companhia  para descobrir o que é o amor...
Preciso, e nesta procura vejo que há um barco a me esperar...
Um barco, para me transportar entres mundos além do mar...
Mas antes, nesta procura, preciso que o inesperado aconteça
E esperar pelo inesperado é algo que não entendo..
E nesta incompreensão, vou vivendo e sonhando...
Eu e meu par, indo ao barco que nos levará a um mundo a explorar....

sábado, 15 de janeiro de 2011

Sementes

Você acredita que na vida existe "sorte", "azar", e "coincidência"?
Não, só existe plantar e colher e embora às vezes pareça intolerável aceitar isso.
Tudo o que acontece é fruto do que você plantou, ou um teste.
Esforce-se por plantar sempre boas sementes e adquirir a serenidade para aceitar os testes.
Você passará em todos eles...se não na primeira vez, na próxima...
      
    Quem vai dormir com os cães, acorda com pulgas. Quem dá rosas de presente, vê rostos sorridentes. A arte de viver significa também não nos surpreendermos quando colhemos aquilo que plantamos.
(Desconheço o Autor)                                                       
  
Quem semeia um pensamento hoje, colhe uma ação amanhã, um hábito depois de amanhã, um caráter mais tarde e, finalmente, um destino; por isso, é preciso refletir sobre o que se semeia hoje, e saber que o próprio destino está nas mãos de cada um.
                                                                                            (Gottfried Keller) 

Pensamentos do Dalai Lama

Se existir amor, há também esperança de existirem verdadeiras famílias, verdadeira fraternidade, verdadeira igualdade e verdadeira paz. Se não há mais amor dentro de você, se você continua a ver os outros como inimigos, não importa o conhecimento ou nível de instrução que você tenha, não importa o progresso material que alcance, só haverá sofrimento e confusão no cômputo final.
O homem vai continuar enganando e subjugando outros homens, mas insultar ou maltratar os outros é algo sem propósito. O fundamento de toda prática espiritual é o amor. Que você o pratique bem é meu único pedido.

Por um lado, ter um inimigo é muito ruim. Pertuba nossa paz mental e destrói algumas de nossas coisas boas. Mas, se vemos de outro ângulo, somente um inimigo nos dá oportunidade de exercer a paciência. Ninguém mais do que ele nos concede a oportunidade para a tolerância. Já que não conhecemos a maioria dos  seis bilhões desta terra, a maioria das pessoas também nos dá oportunidade de mostrar tolerância ou paciência. Somente essas pessoas que nós conhecemos e que nos criam problemas é que realmente nos dão uma boa chance de praticar a tolerância e a paciência.

Última Primavera

Passou o trem e com ele, as malas
Passou o vento pelo redor das salas
Passou a safra e o melhor vinho
No gosto amargo de estar sozinho
No canto escuro de um coração
Passou a fé e a compaixão
Passou enfim, também pudera
Pela alma, a última primavera
     (Etrusco)

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Eu queria tanto...

Eu queria tanto que meu caminho fosse como o desta paisagem, lindo, entre flores e natureza perfeitos.
Eu queria meu caminho mais fácil, mas às vezes ele me parece tão difícil e nem sei explicar porquê.
Eu queria nunca ter de reclamar de nada.
Eu queria poder confiar em cada pessoa que encontrasse em meu caminho.
Eu queria...mas nada é como queremos. As pessoas são estranhas, ou sou eu que questiono cada ser que conheço. Que procuro olhar para dentro das pessoas, como se fossem transparentes, assim como eu procuro  ser sempre. Tento ver o mundo e as coisas como se fosse os outros, embora vejo que a maioria não têm a mesma atitude nem comigo,nem com ninguém, só olham para si mesmas.
O mundo é  desafiador, a vida é inquietante, uma eterna interrogação.
Nunca estamos satisfeitos, nunca estamos realmente felizes, podemos até dizer que sim, mas acho que o ser humano tem uma facilidade imensa de mascarar, esconder lá num cantinho do seu ser, todas as inquietações e se proclamar feliz. Ser feliz é apenas sorrir? É apenas dizer que é? Embora sorrindo às vezes estou chorando por dentro. Por que? Por quem? Será por mim mesma que não consegue relaxar e simplesmente viver...sem perguntar, sem questionar aonde tudo isto vai acabar. As pessoas talvez sintam-se felizes porque simplesmente respiram e vivem e não perguntam.Gostaria de ser assim, mas não sou. Vejo um mundo diferente delas. Tudo é um mistério a ser desvendado e nesta busca vou levando minha vida, procurando respostas e querendo compreender. Eu queria tanto entender tudo, mas acho que as coisas apenas são o que são. E este mistério faz parte de todo o processo de viver e eu terei que conviver com isto, por toda a minha vida.

domingo, 9 de janeiro de 2011

É PROIBIDO

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar sonhos em realidade.

É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas
dúvidas e mau humor.

É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que
viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.

É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,
Ser gentil só para que se lembrem de você.

É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
Não crer em Deus e fazer seu destino,
Ter medo da vida e de seus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.

É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,
Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos
se desencontraram,
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.

É proibido não tentar compreender as pessoas,
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua.
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.

É proibido não criar sua história,
Deixar de dar graças a Deus por sua vida,
Não ter um momento para quem necessita de você,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.

É proibido não buscar a felicidade,
Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.
                             (Pablo Neruda)

sábado, 8 de janeiro de 2011

O SONHO

Na aurora de toda sucessão de gerações.
Dominadas pelo nascimento
O casamento e a morte.
Aparece um ser com
idéias estranhas
E conta aos homens
Um sonho que viu num outro mundo
Entre seres mais elevados
Do que os habitantes
desta terra.
Presos ao nascimento,
casamento e morte.
  ( Gibran Khalil Gibran)

SE CHORAR...

Se você tiver que chorar, chore como as crianças. Você foi criança um dia, e uma das primeiras coisas que aprendeu em sua vida foi chorar, porque faz parte da vida. Jamais esqueça que você é livre, e que demonstrar emoções não é uma vergonha. Grite, soluce alto, faça barulho se tiver vontade - porque assim chorarm as crianças, e elas sabem a maneira rápida de sossegar seus corações. Você já reparou como as crianças param de chorar? Alguma coisa as distrai, algo chama  atenção delas para uma nova aventura. As  crianças param de chorar muito rápido. Assim será também com você - mas apenas se chorar como chora uma criança.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

FELIZ ANO NOVO; COM HUMANIDADE NOVA

Como será o ano novo, se a humanidade é velha?

Com valores ultrapassados, sem a nova visão que a terra hoje reivindica?

Com egoismos, oportunismos e ambições gerando quase tudo?

Com sentimentos mesquinhos de poder e de ter mais que os outros, quando grande parte da população ainda perece  de fome e doenças?

Como será um Ano Novo, do jeito que sempre desejamos se os homens continuam sempre os mesmos?

As leis, os valores, o preconceito, falta de amor, a ganância reinando como há séculos atrás?

Ah!   Não haverá nada novo até que a humanidade  se conscientize que só depende dela para que aconteça a mudança tão apregoada a cada  ano que se aproxima.

Só com uma humanidade melhor, teremos um mundo melhor.

E aí, sim, teremos  realmente um Ano Novo.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

POESIA

Perceber o amor é uma realidade porque o amor não é concebido apenas em palavras.
O amor não se retrata em fatos.
O amor não se extingue com o tempo.
Amor é renúncia, paixão, arrependimento, loucura, insensatez, acaso, apelo, aperto, contexto e texto sobre o efeito; uma causa do impacto, uma grande culpa, é um mosteiro, uma clausura.
É se sentir preso, estando em liberdade...
É se sentir livre, estando preso a realidade.
É correr, sofrer, sorrir e chorar, buscando a felicidade.
Amar é permanecer aqui, estando sempre fora de si.
É estar deserto e não saber ao certo, onde se está.
É não sentir o ar, pensar que parou de sonhar, procurando até encontrar as maiores loucuras, todas as menores doçuras e estar refletindo por todos os lugares.
Amar é estar incerto sobre todas as certezas que se pode ter.
Ter o amor, é ter em si um inseparável poder.
                      (Desconhecido)