domingo, 26 de dezembro de 2010

SOBRE O AMOR

"Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez acionado, nem chega com hora marcada.
Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade.
Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia é só mais agradável.
Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas.
Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando voce estiver apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém."
                                (Desconhecido)

PÉROLA

Sei que às vezes não se encontra quem dê valor àquilo que você faz,
àquilo que você sonha,
e nem quem te ofereça aquilo que você realmente merece em tua vida.
Sei, também, que isto pode machucar bastante,
e fazer com que você sinta-se uma pessoa diminuida diante de si mesma,
mas não permita-se tomar por este tipo de sentimento:
Uma pérola esquecida na praia,
ainda que não seja notada,
nem apanhada
ou devidamente reconhecida,
nunca perde seu valor...
                      Augusto Branco

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Porque Natal nos transforma...

Não importa a crença, nesta época tudo se transforma, independente de nossas crenças, acabamos envolvidos pelo tal espírito natalino. Acho bom que exista, parece que as pessoas tendem a pensar menos em si próprias e mais nos outros. A tradição de trocar presentes é uma forma da gente deixar de pensar em nós mesmos e por instantes pensar no familiar ou no amigo a quem queremos agradar. E isto é bom. Natal se tranforma então na festa do nascimento também da caridade, do amor e do altruísmo. Porque muitas pessoas esquecem disto ao longo do ano. Mas nunca é tarde para lembrar. Mesmo que seja por poucos dias, o importante é que acontece: Aquela vontade de estar junto de quem se gosta, aquela saudade de quem não pode estar ao nosso lado, aquele perdão que tanto queremos dar, tudo isto acontece na época do Natal. Para mim, Natal também quer dizer a data do Nascimento do Amor. Porque ele nasce mais agora quando nossas atitudes se transformam. Porque para qualquer lado que se olha, vê-se que o amor está movendo tudo. Se o comércio vende bem nesta época, deve ser encarado também como bom. Os trabalhadores são recompensados por isto. Podem ter a melhoria financeira que necessitavam. E isto é bom. Não sei se esta era a idéia de quem inventou a troca de presentes no Natal e que depois virou uma tradição. Mas só pensar  nos benefícios que esta tradição nos traz, não dá para criticar se virou comércio, se estão esquecendo do real aniversariante. Porque se  Deus é Amor, é o que se mais pratica na data natalina. Não importa a forma, mas as atitudes e sentimentos que envolvem todas as pesssoas nesta época. Tenho certeza que o real objetivo foi alcançado, aproximação entre os povos, e o exercício do Amor.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Caminho de Volta (trecho do livro)

O herói que projetei ficou nos álbuns, no colo de uma tia ou na estante.
O tempo que plantei ficou na estrada e do nada fiz este canto.
Diário encadernado do fracasso.
Pequenos vícios, pequenos sonhos, espaço reduzido, calças curtas, sapatos apertados, calos, curvas.
O vento leva o fogo e traz a febre.
O tempo que perdi perdeu seu tempo, fugiu do calendário, virou nuvens.
A dor que conservei dói pelos ossos e segue a melodia, dor que fica.
Transita sem remorso pelo peito...
      (Luiz F. Pereira)

A MORTE DO MEU PAI

Meu pai, de repente, de todos os aposentos
partiu para suas estranhas lonjuras.

Ele partiu para chamar seu Deus
para que nos viesse ajudar agora.

E Deus já chegou, como um
operário servente
e pendurou seu casaco num prego da lua.

Mas nosso pai, que foi buscá-lo,
Deus o guardará para sempre
consigo.

      (Iehuda Amikhai) Tradução de
                Cecília Meireles.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

E Elas Existem..

E quando pensava que estava tudo perdido...
E quando pensava que não havia mais forças..
E quando já havia me entregado...
Eis que surge...
Não uma...mas uma legião delas
Fadas..
De todas as cores e formas..
Lindas, como sempre imaginei que fossem
E lá estavam elas...
Na minha frente...."Não Chore"
"Estamos Aqui" e eu deixei que elas resolvessem
E quando menos esperava, lá estava ele...
Meu amado cãozinho perdido....
Que fadas o procuraram incessantemente para mim..
Durante o dia e a noite....
"Não chore"...sussuravam, e eu não mais chorei
E não mais me entristeci, porque...
Sabia lá no fundo iriam me alegrar...
Claro são fadas. e cuidam da natureza e dos animais.
E de nós também, quando permitimos
Queridas fadas, nunca saiam da minha vida
E continuem cuidando dos seres desprotegidos
Aonde nossa visão não alcança
Aonde só podemos semear esperanças...

domingo, 12 de dezembro de 2010

Uma fada triste

Será que que por perder a quem amava?
Será porque sabe no intimo ele se foi para sempre?
Será que porque já sente tanta saudade e não há o que fazer?
Será que sabe que ele veio só por uma temporada?
E só veio para ensinar o que é amar?
O que é se doar, cuidar, proteger?
E sabe que assim como veio,ele se foi ?

Não chore fada triste, outras fadas cuidarão dele onde ele estiver...
E sua ausência fará parte de sua existência a partir de agora
Uma lembrança doce, terna, de um amor sabe-se um dia vai embora..
Nem sabe  a dor que deixou. mas não tem importância...
Outras fadas o acharão e dele cuidarão...

Não chore pequena fada, você cumpriu sua parte
Agora será a vez de outras fadas.
Ficarão feliz ao encontrá-lo
E chorarão assim, também quando perdê-lo...

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

RENOVAÇÃO

Procurar lá no meu íntimo a força que preciso para que se efetue a renovação e a mudança que tanto almejo. Jogar no universo os meus pedidos , sonhos e desejos. Dizem que o universo nos retorna aquilo que pensamos. Então mudar a forma de pensar. Pensar que tudo que quero é meu e que já tenho posse. Pode parecer alguma coisa feito positivismo mas, para mudar nossa vida a gente tem que começar  a mudar primeiro a nós mesmos. Existem pessoas que conseguem tudo que querem de uma forma rápida e sempre são favorecidos em tudo. Porque isto não pode acontecer comigo? Também tenho meu direito, tenho que ser feliz. E para isso preciso da ajuda do Universo.Este mesmo Universo que parece ajudar tanto a poucos  e pouco a muitos. Eu faço parte desta parcela que tem de lutar muito para conseguir alguma coisa. E muitas vezes não consigo nada, só um certo cansaço de lutar em vão. Talvez não esteja fazendo o jogo certo, porque temos que saber jogar. A vida é um jogo , alguém já disse. Ganha este jogo quem sabe lidar melhor com as situações e com as armadilhas que a vida nos impõe. Mas há tanta incerteza, tantos caminhos se abrem ao mesmo tempo e a gente acaba indo pelo mais incerto e difícil. Vou tentar daqui pra frente além de mudar meu pensamento, procurar achar o caminho certo para que consiga atingir meus objetivos. Vou tentar e conseguir porque a decisão já esta tomada. É o início da renovação.

DESASTRES

Sabe aqueles dias que....tudo dá errado? Ou quase tudo?
Ou que  você  se acidenta facilmente, topa na parede, escorrega com o calçado, pisa no chiclete, derrama coisas em você mesmo ou nos outros, queima as mãos, as coisas caem, sem explicação,e parece que o mundo a sua volta está ruindo?
Então, são desastres inexplicáveis, que parecem vir após outros desastres, e são apenas reflexos do seu  interior que afeta o seu exterior. Um baixo astral que te atinge e  vem após uma avalanche de acontecimentos que acabam nem te deixando pior, pois pior você não ficaria., não do que já está.
Ás vezes tento entender porque isto sempre me acontece.
Vivo procurando respostas porque as coisas sempre se repetem e acabo sempre caindo nos mesmos erros. Será que não é hora de ver um recomeço?
Um recomeço, uma renovação de dentro para fora e ver se as coisas mudam, se passaria a sentir-me melhor comigo mesma, e com as pessoas ao redor. Para isso, preciso ter consciência que somente eu, posso mudar meu mundo...e através desta mudança atrair todas as coisas boas que quero para minha vida. E meu cupido também não será desastrado  como eu. E tudo vai ficar bem porque estarei bem também. Só, comigo mesma, e plena e em paz.

sábado, 4 de dezembro de 2010

URGÊNCIAS

Sempre que vem chegando o final do ano, sinto uma frustração , como se pudesse ter feito mais e diferente. Será que todo mundo pensa assim? Um ano, traz tanta coisa, quando lembramos vemos que houve algumas alegrias, algumas tristezas por perda, por decepções, uma palavra que ficou para se dizer, uma outra que gostáriamos de ter ouvido, um cansaço ou uma sensação de que fizemos coisas demais, ou então que poderíamos ter feito  mais ainda;uma estrada percorrida e ainda um monte a percorrer, um monte de sonhos para sonhar, e outros tantos para se descartar, e ainda tem isso, sempre adiamos sonhos, outros descartamos, talvez porque na ânsia de vê-los logo realizados, até nos cansamos deles ou os adaptamos para um mais fácil. E assim chega um final de ano, e dá uma tristeza, uma sensação de impotência, simplesmente porque as coisas aconteceram,
e não tivemos quase nenhuma participação direta, mesmo quando as coisas nos afetavam diretamente.
É, este e mais um final de um ano, diferente de todos os outros , mas sempre com o mesmo final.
Porque  olho para trás e vejo que apenas terei de mudar o calendário, porque a vida e o mundo é apenas uma roda, sem data para terminar ou recomeçar.

DESTINOS

Sempre achei que só o pensar e agir positivo bastasse.
Hoje sei que é mais que isso,
Se pudesse voltar atrás, talvez teria agido diferente em algumas coisas,
Apenas naqueles situações que hoje me deixa desconfortável,
Sentindo-me, como se, não era para estar passando por isso,
Perdi oportunidades, e não acredito num destino traçado.
Acredito que você o faz, conforme a estrada que toma.
E em alguns momentos, pulei atalhos.
Hoje me fazem falta e não há como voltar.
Estes atalhos poderiam me trazer até aqui, hoje,
Mas sem certas situações que não me fazem bem.
Que me  magoam, me fazem sofrer.
Não escolhi isto, tentei seguir as regras certas
Mas o mundo, acho não funciona assim.
Cada pessoa é diferente, e as atitudes também variam
Por isso temos que estar precavidos, olhar adiante
Não deixar nenhuma brecha, nunca pular atalhos.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A TAL FELICIDADE

Cheguei a conclusão que felicidade é ter paz
Aquela paz, aquele conforto, aquela sensação de que está tudo bem.
Felicidade não é ter aquilo que tanto desejamos.
Ás vezes, quando conseguimos aquilo que tanto esperáva-mos
Este objeto de desejo não vem junto com a paz
Paz, talvez seja  a não preocupação com o ter
Ter não traz felicidade. Ter paz sim.
Somos condicionados a esperar demais da vida
Como se ouvesse alguma obrigação embutida
em seu sentido de que para ser feliz, devemos ter.
Este Ter, abrange do material ao físico.
Passando pelo sentimental.
Queremos ter, coisas, sensações que, talvez, precisamos para ser feliz.
Isto não vai acontecer
Ter, conseguir, como se só isso bastasse
E esquecemos da paz, tão simples...
Basta um recanto bonito, bucólico, fazer o  que se gosta
E ali então ser feliz, porque se está em Paz.