terça-feira, 31 de agosto de 2010

INQUIETAÇÃO

Tenho a alma inquieta
Tão inquieta que dói
Tanto que sofro
Tanto que nem sei o quê

Tenho a alma cheia de poesia
Tanto que me faltam palavras
Para explicar o que sinto
Tanto que não consigo
Sentir nada além disso

Num vazio
Um grande vazio
Cheio de dor
De inquietação
De poesia

Tenho muita dor de amor
Dentro de mim...
Amor não consumado
Não vivido
Apenas sonhado

Amor que se foi
Quando mal tinha acabado de chegar
Que não achou tempo
Para se realizar

Dor de amor e de poesia são iguais:
Ambas deixam a alma inquieta
O coração dolorido
E a gente assim
Sem saber onde ir....
              (Letícia Tompson)
      

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

DISCURSO

E aqui estou, cantando

Um poeta é sempre irmão do vento e da água:
deixa seu ritmo por onde passa.

Venho de longe e vou para longe:
mas procurei pelo chão os sinais do meu caminho
e não vi nada, porque as ervas cresceram e as serpentes andaram.

Também procurei no céu a indicacação de uma trajetória,
mas houve sempre muitas nuvens.
E suicidaram-se os operários de Babel.

Pois aqui estou, cantando.

Se eu nem sei onde estou,
como posso esperar que alguém me escute?

Ah! se eu nem sei quem sou,
como posso esperar que venha alguém gostar de mim?
                                          (Cecilia Meireles)

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Ele sabia da importância do seu dia. Ficava esperando presentes e telefonemas dos filhos distantes.
Meu pai era assim. "Pai" com P maiúsculo. Sabia da sua importância e da sua autoridade sobre nós, filhos que o respeitavam e o amavam apesar de suas imperfeições humanas. Porque sabíamos, era tão humano como nós, e não precisaria ser perfeito. Só precisava ser nosso "pai".
Demoramos para ver o homem atrás do "pai". Sentimos por isso, tenho certeza todos os seus filhos. Cada um preocupado com sua vida e seu futuro, e esquecendo daquele ser que nos sustentou materialmente durante toda nossa infância e início da juventude.
Quando já estávamos com nossa vida, cada um com seu destino escolhido, sua presença era só um reflexo de nós mesmos em idade mais avançada. Porque sabíamos no fundo acabaríamos vendo um mundo diferente em nossa maturidade e acharíamos tudo estranho. Teríamos algumas manias adquiridas, como ele as tinha, e não abria mão de nenhuma delas apesar das nossas críticas. Porque filhos são assim. Pensamos sempre que sabemos mais que nossos pais, ou porque estudamos mais, ou porque vivemos em um mundo tecnológicamente mais avançado.
Quando o perdemos é que tivemos a verdadeira noção do espaço que ele ocupava em nossa vida e  em nosso coração.
E tudo que tínhamos a ver de errado nele, de repente ficou tão insignificante, tão minúsculo diante da sua importância de pai, que nunca nos abandonou, que sempre ficou lá, ao lado de minha mãe, nos vendo crescer, amadurecer, sermos corretos como ele nos tinha ensinado, o que foi com certeza um dos maiores orgulho de sua vida e também da nossa.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

SEGREDOS

Nunca irá contá-los a ninguém
E ainda guardá-los bem no fundo de sua alma
onde ninguem irá achar
Deixa-os lá quieto, pois são parte de você
São parte de sua personalidade
Porque você é os segredos que guarda. 
                                                                             

SERES

Tão lindos
Velozes, tropeiros
Olhar triste, quase humano
Por que alguns com este destino?
Servirem aos homens e não serem tratados
como merecem,
Poderiam viver somente para correr
por imensos prados verdes
Deixando a paisagem
Ainda mais bela.

sábado, 7 de agosto de 2010

ANJOS DE QUATRO PATAS

Existem pessoas que não gostam de cães.
Estas, com certeza, nunca tiveram em sua vida um amigo de quatro patas.

Ou, se tiveram, nunca olharam dentro daqueles olhos para perceber
quem estava ali.

Um cão é um anjo que vem ao mundo ensinar amor.

Quem mais pode dar amor incondicional,
Amizade sem pedir nada em troca,
Atenção sem esperar retorno,
Proteção sem ganhar nada,
Fidelidade 24 horas por dia?

Ah, não me venham com essa de que os pais fazem isso, 
porque os pais são humanos, se irritam, se afastam.
Um cão não se afasta mesmo quando você o agride.
Ele retorna cabisbaixo pedindo desculpas por algo que 
talvez nem tenha feito.
Chega lambendo sua mão a suplicar perdão.
Alguns anjos não possuem asas, possuem quatro patas,
um corpo peludo, nariz de bolinha, orelhas de atenção,
olhar de afeição e carência.
Apesar dessa aparência são tão anjos quanto os outros,
(aqueles com asas) e se dedicam aos seres humanos,
protegendo-os tanto quanto qualquer anjo costuma dedicar-se.

Que bom seria se todos os humanos pudessem ver a humanidade
perfeita de um cão.

domingo, 1 de agosto de 2010

MINHA VIDA


Assim  é minha vida, como esta estrada, como este caminho.
Algumas sombras, algumas claridades
Meio tortuosa, alguns obstáculos
Mas que não são difíceis de se transpor
Mas também nem tão fácil
Poderia ser mais reta, mais clara
Mas quem disse que viver é fácil
São tantas pedras,
Mas pedras são necessárias
É o que nos faz crescer, avançar, apesar delas
Não, não posso me queixar, porque olhando assim
É uma visão bonita, nem tão certinha
Nem tão difícil demais.
Minha vida  trouxe-me muitas opções
Mostrou-me diversos caminhos
E eu escolhi justamente assim
Escolhi certo, pois hoje sou resultado do que sonhei
Do que desejei para minha vida
Apesar das vezes em que ventos contrários
Me tirassem da direção
Mas hoje sinto que consegui
Estou onde deveria mesmo estar
No lugar e no meio da estrada
Que não sei onde vai terminar.