terça-feira, 29 de junho de 2010

E POR ACREDITAR...ELAS EXISTIAM

As fadas existiam, os anjos existiam, somente porque acreditava, tudo existe quando se acredita, quando tem a fé, a crença. A natureza humana tem uma capacidade incrível de imaginação, é ilimitável.
E eu gosto de imaginar que tem um anjo invisível cuidando de mim. E uma fada dentro de mim.
Sou fada no momento em que cultuo a mãe natureza e respeito tudo que está acima da terra.
As fadas são assim , são do bem. Eu tento ser sempre do bem, embora tenha que conviver num mundo em que nem todas as pessoas agem assim. Mas como tudo tem dois lados, às vezes procuro o lado bom nas pessoas porque o outro não me interessa. Às vezes me decepciono bastante, mas nunca desisto. Porque assim são as fadas, elas não desistem nunca de procurar fazer deste mundo o seu reino, o reino das fadas,onde existe a luta, mas que sempre prevalece o bem. Eu admiro as pessoas que colocaram estes seres na imaginação, a principio das crianças , mas depois humanos de qualquer idade adotaram para si. Eu quis fadas e anjos na minha vida. E por acreditar...EXISTEM...

domingo, 27 de junho de 2010

RECICLAGEM - Um exercício de CIDADANIA

Reciclar é atualizar os conhecimentos e, também, reaproveitar materiais usados.
Precisamos, mais do que nunca, nos atualizar para a realidade da reciclagem de materiais.
RECICLAR - REDUZIR - REUTILIZAR. Reciclar é necessidade de sobrevivência e caminha junto com reduzir e reutilizar.
Devemos, e podemos diminuir ao máximo a quantidade de lixo que produzimos, e reutilizar tudo que pudermos, para aplicar, da melhor forma possível, a reciclagem.
No Brasil, a produção média de lixo por habitante é da ordem de 800 gramas por dia.
Ao evitar o consumo excessivo de coisas desnecessárias, ao dar preferência às embalagens reutilizáveis, bem como organizar campanhas de coleta seletiva do lixo, estaremos trabalhando para a construção de um modelo de desenvolvimeto com mais justiça social, cidadania e equilíbrio ecológico

sexta-feira, 25 de junho de 2010

PACTO


Entre meu signo e o teu, há a possiblidade de veneno
umas tintas de vermelho...
e se a paixão é provisória
que seja linda e louca a nossa história!

quinta-feira, 24 de junho de 2010

RISCOS...

Quanto tempo perdi com medo de correr riscos...
E não correr riscos é se privar de tantas coisas...
O que faz, autoritarismo, religião, obediências tolas;
Medo de pecado, de castigo e a vida passa,
E a gente se preservando, se privando...
Para que?...se tudo é o mesmo fim...
Se tudo acaba um dia, e como dizia Pessoa:
"A morte é a curva da estrada,
Morrer é só não ser visto"
Simples assim, e nós com preocupações bobas, infantis até...
 Com medo de viver...de ser...
Ah, se me tivesse sido dado o direito desde criança de questionar
De duvidar, talvez tivesse vivido mais, feito mais,
Teria talvez sido mais feliz!

terça-feira, 22 de junho de 2010

QUEM SOU EU

Não me fale de nuvens,
Eu sou Sol e Lua,
Não conte as poças,
Eu sou Mar,
Profundo, intenso, passional.
Não exija prazos e datas.
Eu sou eternidade e atemporal.
Não imponha condições.
Eu sou absolutamente incondicional.
Não espere explicações.
Não as tenho, apenas aconteço
Sem hora , local ou ordem.
Vivo em cada molécula.
Sou um todo e às vezes nada sou.
Você não me vê,
Mas me sente.
Estou tanto na sua solidão,
Quanto no seu sorriso.
Vive-se por mim,
Morre-se por mim.
Sobrevive-se sem mim.
Eu sou começo e fim,
E todo o meio.
Sou música,
Sou vento,
Sou tempo,
Sou furacão,
Sou água,
Sou clima,
Sou cada estação.
No seu apogeu e glória.
Sou seu problema e sua solução.
Sou seu veneno e seu antídoto.
Sou sua memória e seu esquecimento.
Poderia continuar me descrevendo.
Mas já te dei uma idéia de quem sou...
Muito prazer, tenho vários nomes,
Mas aqui na tua terra, chamam-me de:
-AMOR.

                       (Noemia Hime)

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Dúvidas

Pensamentos povoam a mente.
Certas acontecimentos  podem vir para melhorar
É certo que quando algo não dá certo,
Pode ser que algo melhor esteja por vir.
Na dúvida, melhor ficar de sobreaviso,
Nada é eterno, tudo é passageiro.
Então é melhor aguardar para ver o que acontece.
Mas ventos prenunciam uma mudança.
E mudanças são benvindas ou não
É o mistério do depois....

sexta-feira, 18 de junho de 2010

O CHORO...

Estou lendo um livro: O Vendedor de Sonhos do Augusto Cury, e em certo momento me deparei com isto:"Quando saimos do útero materno e penetramos no útero social, choramos! Quando saimos do útero social e penetramos no útero de um túmulo, outros choram por nós! Na saída e na entrada da vida as lágrimas irrigam a nossa história"
Pensei em quantas vezes fora esta situação nos pegamos chorando e procurando um motivo,às vezes existe algum sentimento, às vezes somente o vazio, a vontade de se esvair em lágrimas, o que não deixa de ser uma forma de expressão tal como o silêncio.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

ILUSÕES

Às vezes gostaria de acreditar em tanta coisa.Coisas que faz o ser humano viver pelo menos aparentemente melhor. Hás os que acreditam em anjos, fadas, deuses, seres que o protegem e os ajudam na caminhada.É mais fácil viver assim. É tão mais fácil colocar nossos anseios e problemas nas mãos de algo em que acreditamos que nos ajuda e nos apoia, mas que ninguém vê, que existe apenas pela nossa fé, e eu tenho fé sim, mas no anjo e no deus que existe dentro das pessoas que me cercam. Podem me fazer rir, chorar, ajudar-me financeiramente ou profissionalmente. Alguns tem mais desses anjos, que outros. Outras pessoas vivem por aí, esperando este anjo que nunca chega. O meu costuma falhar em muitas áreas. Mas já houve tempo que se manifestou em lugares ou pessoas que eu nem imaginava. Agora parece ter se aposentado, acha que já não preciso mais de sua ajuda, já consegui algumas coisas e então este anjo deve ter ido ajudar uma outra pessoa.Gosto das imagens, de anjos , fadas,etc... Seria tão interessante que existissem mesmo.  Eu os procuro lá no meu subconsciente e os coloco na minha vida, mesmo que de uma forma imaginária. É bom ter dessas ilusões, compreendo assim como as outras pessoas com tantas crenças parecem ser tão mais felizes que eu.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

O SÁBIO



"Eu vi ainda debaixo do sol
que a corrida não é para os mais ligeiros,
nem a batalha para os mais fortes,
nem o pão para os mais sábios,
nem a riqueza para os mais inteligentes,
mas tudo depende do tempo e do acaso.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

TEM DIAS QUE A GENTE SE SENTE....

Sinto assim meio perdida, procurando algo que  não sei o que é. E também com vontade de permanecer em silêncio. Procurando sentido para a vida , para tudo. Esqueço até que isto é vida. O sentir, o procurar, isto é viver. Melâncolicamente mas é. A vida em si é mistério, é estranha. E esta roda viva que faz a gente sempre voltar  para o mesmo lugar também incomoda.
Procuro o céu, o chão. Procuro a mim mesma, meu espaço, no espaço que teria de ocupar no mundo. Não me encontro. Me perdi. Talvez amanhã me ache. Os dias rolam como pneus desgovernados. Nossa vida também roda, como nossas dúvidas a respeito de tudo, ou simplesmente: Indiferença. É, hoje mecanicamente cumpri minhas obrigações, como um robô.
Agora, vou continuar em silêncio, quem sabe ele me dê uma resposta.

domingo, 13 de junho de 2010

PORQUE TIA, PORQUE NUVENS....

Nasci tia, não me casei, sou filha, irmã e tia. Tenho muitos sobrinhos. Minha família é enorme. Tenho onze irmãos, sou a décima, meus irmãos mais velhos tem quase a idade para serem meus pais.Cresci com sobrinhos da minha idade. meus amigos os tratavam de meus primos,facilitava eles pensarem assim.Não tinha que ficar dando explicações. Isto é meio raro, mas conheci outras famílias assim, geralmente de filhos temporões, o que não era o meu caso. Hoje tenho muitos sobrinhos, sobrinhos netos, e sobrinhos filhos de sobrinho neto.Então porque não o BLOG DA TIA CIDA. Isto é para eles também, não é qualquer um que tem uma tia com blog, principalmente de tantos sobrinhos.Minhas nuvens, são tantas coisas, são meus pensamentos, são meus tapetes de tecido que adoro fazer, então nuvens e pano.Antes achava que a família imensa é só um monte de problema que você tem de saber administrar. Mas com a idade e a sabedoria que se adquire com o tempo acaba-se tirando isto de letra. Eles são seres que vieram para cumprir seu destino , assim como eu. E amo todos, meus pais que já foram para o outro lado, meus irmãos, sobrinhos, sobrinhozinhos e etc...Hoje admiro a família que nasceu com a união dos meus pais.Nossa base foi muito boa. Alicerces firmes e fortes e isto é o que importa.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

LIBERDADE....

Decidi que  não vou mais reclamar. Deixar a vida me levar. Também o que adianta se a gente gosta ou não do que está acontecendo. A Vida é Assim. Não temos poder nenhum na mãos. Acontecimentos vem e vão e somos apenas meros expectadores. Aí só nos resta adaptar-mos ao acontecimento atual. E o pior é que a gente vive fazendo isso. E a liberdade? Será que existe ou é mais um fator de ilusão. Porque já nos iludimos com tanta coisa, acho que a liberdade no sentido mais profundo da palavra, não existe. A Liberdade Total.Uma quimera. Estamos sempre amarrados em alguma coisa, e isto não é ser livre. Ser livre é... , não sei o que é ser livre. Ninguém sabe. Mesmo o ser só, nascido e abandonado vai procurar algo a que se prender. Acho que estamos interligados, e gostamos disso. E VIVA A LIBERDADE COMPARTILHADA!

terça-feira, 8 de junho de 2010

SOLIDÃO VISTA PELO CHICO BUARQUE

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo....
Isto é CARÊNCIA.
Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar....
Isto é SAUDADE.
Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes para realinhar os pensamentos...
Isto é EQUILÍBRIO.
Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida...
Isto é um PRINCÍPIO DA NATUREZA.
Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
Isto é CIRCUNSTÂNCIA.

Solidão é muito mais do que isto. Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos
e procuramos em vão pela nossa ALMA.

(Francisco Buarque de Holanda)

segunda-feira, 7 de junho de 2010

UM ANJO DE QUATRO PATAS E DUAS ASAS

Todo dia estava na esquina, na rua, era amiga do dono do Bar, do Dono do Disk Gás e água, de todos daquele lugar.
Cuidavam dela, mas banho estas coisas de conforto ela não tinha. Mas era fiel e amorosa com todos, toda elegante apesar das circunstâncias. Um dia Lucia a viu, tomou de amores por aquele ser sozinho , abandonado e carente. Pensou, pensou e fez o que devia, levou-a para casa. No primeiro banho no Pet Shop, lá vem ela linda, toda de xuquinha, feliz, amada, vacinada, tratada como uma poodle merece. Que nome Lucia daria a ela, apesar do porte elegante,mas que parecia triste, claro, foi abandonada, teve um outro dono que a largou para morrer na rua, já tinha certa idade devia ser por isso que foi abandonada.Nunca ficou-se sabendo ao certo sua idade, dificil definir. Então, vamos batizá-la. Por que não um nome de alguém que parecia a máscara da alegria. Miucha, foi o escolhido. Miucha a cantora, irmã de Chico Buarque, sempre sorridente. Viveu um pouco  mais de um ano entre a gente. Ficou doentinha, sempre ficava....mas desta vez era mais grave. Dia 06 de Junho de 2010, não acordou, dormiu e ficou lá no mundo dos sonhos. Com que será que ela sonhava? Ninguem  nunca vai saber. Vai deixar um vazio, como todos os seres que um dia compartilham com a gente momentos bons ou não. Tem uma estrelinha a mais no céu dos cachorrinhos. É Miucha, que foi para lá, fazer as peripécias que só ela sabia, ficar em pé por muito tempo, quase dançava. Sera que fazia parte de algum circo?. Nunca saberemos , ninguem sabia de onde ela veio, mas como veio foi, sem incomodar, sem querer tomar espaços , simplesmente ficar .... Adeus Miucha, um cometinha preto todo encrespadinho que voou dentro do nosso coração. E lá vai ficar...Para Sempre....