domingo, 30 de janeiro de 2011

Mar sou,
Baixo marulho alto rujo,
só me encontro
Quando de mim fujo.

(Fernando Pessoa)

Nenhum comentário:

APENAS A NOITE

Mundo estranho este, virou tudo de cabeça para baixo. Não conhecemos mais quase ninguém. Máscaras caíram e só restou as cascas, podres...