segunda-feira, 23 de maio de 2011

Inquietações

Sei que faço parte do universo
mas, ao mesmo tempo sinto-me estranho dentro dele.
Sei que o sol,o mar, a terra e
tudo, é feito de uma matéria da qual também sou feito,
mas, sinto que sou muito mais além disso tudo.

Procuro um lugar nesta imensidão do universo,
mas, não encontro meu lugar.

Por que o pensar, o duvidar, se tudo é feito apenas
para que contemplemos e aceitemos.
Tudo já estava aqui. 
Tudo já existia quando aqui cheguei,
as coisas que realmente importam.
São elas que me fazem sentir assim tão estranho
porque  sinto-me frágil diante de sua eternidade.
Embora saiba também que um dia elas mudam de lugar e forma,
mas não sei se estarei aqui para ver tudo isso.

Gosto de me comparar aos outros seres viventes.
Como será que olham este mundo, será que questionam,
será que se inquietam assim como eu?

Procuro me apegar e aceitar as coisas que tenho,
mas elas não me bastam, falta algo.
E enquanto não  encontro continuo minha busca
que  pode terminar logo
ou nunca terminar.
Existir,
muito além de mim.

           (Para Elvis)


2 comentários:

Eloah disse...

Estive aqui te visitando.
Lindo seu texto. Refletir e questionar faz parte da vida e nos faz crescer nas nossas escolhas.OLhar o mundo e sua complexidade nos faz enfrentar e aceitar somente o que nos importa.Isto é lutar por um lugatr ao sol.Felicidades e na tua alma a eterna primavera.Abraços Eloah
Venha conhecer meu Blog.Será uma satisfação.De agora em diante sou sua seguidora.

Ellvis disse...

A busca interminável!
É vamos viver, e ai no futuro ver tudo fazendo sentido..ou não. rs
Obrigado Cida, suas palavras muitas vezes me confortam, vejo que não sou só eu que questiono tanto a vida, vejo que talvez eu não seja tão doido. kk
beijo ♥

Mas é estranho e dificil aceitar que somos apenas "formiguinhas" em todo este infinito.