sábado, 14 de abril de 2012

Atitude

Tenho saudades de um tempo
Em que tinha esperanças
E acreditava em milagres
Em sorte, profecias.

Depois veio o desespero
Quando percebi, que para algumas pessoas
As coisas eram mais fáceis
Do que eram para mim.

Pensei em muitas coisas
Que talvez não tivesse
Escrúpulos?
Coragem?
Fé?

Não, era só uma questão de se atirar...
Tomar as decisões certas,
E se não desse certo, não ter vergonha de voltar...


Mas seguir, mesmo com ventos contrários,
E não se deixar vencer..
Pois ganha quem sabe lidar,
Com os reveses que a vida nos impõe.
E contém....

Nenhum comentário: