sexta-feira, 11 de maio de 2012

Minha Mãe

Hoje a vejo nas flores
Nos bosques, nas nuvens, no riacho
Nas sombras das árvores
Num gramado ao sol

Vejo-a na luz
Na escuridão que às vezes aparece
No meu riso, no meu choro.....

Vejo-a em mim
Vejo-a  na sua descendência
Vejo-a nos corações das pessoas boas

Será anjo?
Será fada?
Será flor?
Será perfume?

Não importa
Está num lugar
Que nunca ninguém vai tirar
Vai ficar para sempre
No coração de quem sempre a amou....

Nenhum comentário: