quinta-feira, 15 de julho de 2010

EXPECTATIVA

O vento anda mentiroso
prometeu trazer você,
não trouxe, de dizer o
porquê, não disse:
passou com pressa,
rumo ao horizonte.
Já não tem importância
que cometa outra vez
um ato de inconstância.
Aprendi a esperar,
Se ventos são capazes
de levar embora,
também serão capazes
de fazer voltar.

(Flora Figueiredo)

Nenhum comentário: