terça-feira, 6 de maio de 2014

Outonos

Sempre assim
Saiu para buscar outras histórias para contar
Saiu para respirar outros ares, outras vidas
Mas não encontrou nada ainda..
Só as mesmas coisas de sempre.
Que se repetem como uma eterna roda viva
E  por isso a inspiração estagnou, recusa-se a sair.



Resolveu então  aguardar sua volta do lado escuro
Talvez não demore, talvez sim, estas coisas são imprevisíveis.
A melancolia não permite o retorno.
Enquanto houver dúvidas e sombras
Medos e tristezas
Sentimentos inexplicáveis
Para quem somente saiu para procurar
Novas histórias para contar.


Nenhum comentário: