domingo, 17 de abril de 2011

Indagações



Ela não entende porque tudo é tão lindo e tão triste
Não entende porque  flores tão lindas celebram a vida e a morte
Porque o céu é tão lindo mas as vezes claro ou escuro, sedutor ou ameaçador
Porque não amar nos traz sofrimento
E amar um sofrimento maior ainda










Ela não entende porque no mundo há tanta beleza e tanta tristeza
Que a simplicidade já nos faria feliz e complicamos tanto
Que a natureza já nos dá tudo que precisamos e ainda a maltramos
Que o ser humano ainda não aprendeu a dominar seu próprio ambiente
Sem destruir ou sem querer modificá-lo












E não entenderá jamais porque o mundo é assim
As pessoas são como são
Onde tudo se inicia e onde tudo termina
Como no raiar do dia ao escuro da noite
Como o mundo gira, o tempo passa,
 E as dúvidas sempre permanecem

Um comentário:

Ellvis disse...

É incompreensível..
Mas temos que acreditar que deve ter um motivo para não entendermos no momento.