sábado, 13 de agosto de 2011

Sol e Mar

Aparando as arestas do que ficou
Algo que poderia ter permanecido
Acabou - só uma lembrança.

Tormenta - uma tempestade no mar
Luz - sol em céu sem nuvens

Fosse um sonho
e a tempestade abalando 
em meu mar de emoções
Fazendo-me tremer, estremecer , diluir
E sol fazendo brilhar, ofuscar, irradiar.

Mas não posso deixar
Que minhas emoções se transformem em calmaria
Não posso permitir que minha luz se apague.

Preciso prosseguir
Buscar outros mares
Outro sol
Novamente estremecer
Novamente brilhar.

E unir, sol e mar.







2 comentários:

Ellvis disse...

Isso! não deixe que sua luz se apague, brilhe infinitamente...

Adriana disse...

qye lindo!! vc quem criou! nossa! amei!