quinta-feira, 23 de setembro de 2010

E QUE VENHA A "PRIMAVERA"

Nova estação, a mais florida delas.
Em que a natureza toma  a sua forma mais exuberante,
Encantando todos que sabem admirá-la.

Nova estação.
Tempo de renovação,
Sair do casulo, desabrochar enfim.

Nova estação, nos faz pensar em nossa vida.
Do que é realmente importante e colocar a frente de tudo.

Nova estação, abrir-se ao novo,
Jogar, todas as coisa inúteís guardadas por dentro e fora,
Durante todas as estações anteriores;
A primavera é a melhor para se tomar esta atitude,
Pois ela mostra como desabrochar, abrir-se.
Uma estação em que tudo se renova, se mostra.

Quero me mostrar limpa, sem apegos ao que já se foi
E que não me serve mais, coisas inúteis
Que pertenciam as antigas estações.

Livro-me também de sonhos e expectativas vãs,
que nunca se materializaram, sem ilusões,
Não vou mais me decepcionar.

Olharei tudo bem de perto e em volta
porque a verdade se encontra nos pequenos detalhes,
Quase imperceptíveis.

Não colocarei mais minha vida em outras mãos
A partir de agora, tomo as rédeas do meu destino.
Que é só meu, de mais ninguém.

Não vou mais acreditar em palavras que os ventos levam,
E mesmo os que a proferiram, nem se lembram mais,
Mas que por descuido meu, ficaram gravadas em minha mente.
Em forma de expectativas, de sonhos.

Hoje, nova estação, nova pessoa que agora se ama mais.
Que aprendeu a se conhecer melhor,
e está pronta para a beleza que a primavera trás,
Suas flores, seus perfumes, sua beleza
E com isto adiciono paz, amor e sabedoria,
De agora em diante saberei reconhecer o que são flores...
E o que são pedras.

Nenhum comentário: